quarta-feira, 8 de julho de 2009

Isto

A poesia que nunca entendi:

"Existo
Insisto
Resisto
Invisto
Despisto
Regristo
Revisto
Desisto
Disto"

2 comentários:

  1. Talvez nem ele o tenha feito.
    E quem disse que é preciso entender - ISTO?

    ResponderExcluir
  2. de quem é a poesia?

    ResponderExcluir